Vale a Pena fazer Musculação Quando se está Acima do Peso?

Saiba porque quando você está acima do peso, não deve deixar de fazer exercícios de força

Artigo publicado por Amanda Bitte nas categorias: Exercícios

A musculação é um treinamento de força, com exercícios de contra resistência. É utilizada para treinar e desenvolver os músculos esqueléticos, e para isso, o praticante tem o apoio de equipamentos como: halteres, barras e pilhas de peso, entre outros.

O peso do próprio corpo também é utilizadopelos praticantes, que trabalham a força oposta dos músculos, gerando contrações, o que com a prática habitual e correta, resulta em desenvolvimento do volume muscular, em melhora na mobilidade e auxilia no tratamento de doenças musculares, ósseas e metabólicas. Até pouco tempo atrás, a afirmação de que somente exercícios aeróbicos auxiliavam no emagrecimento era ponto definido, mas hoje existe um consenso bastante comum que afirma que não!

agachamento

A Musculação como aliada para perder peso.

Abaixo, alguns tópicos que ajudarão entender porque a prática da musculação é uma aliada importante no emagrecimento:

Tem sido prática nas academias e entre os “personal trainers”, principalmente quando o intuito é também emagrecimento, o desenvolvimento de movimentos que envolvam o corpo todo, como: agachamento, corda e corrida na esteira, intercalados, ou seja, combinados com exercícios de musculação com braço, bíceps e abdominais entre outros. A malhação tradicional, muito comum, em aparelho, com 3 séries de 10 minutos, geralmente com 1 minuto de descanso está cada vez mais em desuso. Os novos e eficazes conceitos de circuitos com exercícios intercalados retiram o descanso e fazem com que a perda de calorias seja muito grande, inclusive bem maior do que a perda pelos exercícios aeróbicos tradicionalmente conhecidos.

Mais músculos, mais calorias gastas

Com a melhora da força muscular, a perda de calorias com exercícios aeróbicos é muito maior, ou seja, ao praticar ciclismo, por exemplo, terá mais força para pedaladas mais intensas e a fadiga irá demorar mais a acontecer. Isto pode ser observado também ao praticar spinning, ao fazer escada, elíptico e tantos outros exercícios, pois a força empregada e o tempo maior de resistência desencadeará um gasto enorme de energia, queimando muitas calorias.

Mesmo após horas depois de malhar, o corpo estará trabalhando para recuperar as fibras musculares que foram desgastadas durante a musculação, tentando repor o estoque de energia gasto. Simplesmente por isso, o organismo estará gastando ainda mais calorias. O nome técnico desse processo corporal é EPOC (ExcessPos-exercise Oxygem Consumption). O que for ingerido depois de um treino deverá ser gasto na tentativa do organismo recuperar tecido, o que fará com que menos calorias fiquem acumuladas no tecido adiposo. Então, com o metabolismo sendo aumentado, mesmo após as atividades físicas é correto afirmar que será mais fácil o emagrecimento.

remada alta

O aumento do tecido muscular, e que não é necessariamente um aumento de volume, faz com que atividades simples do dia a dia possam ocasionar perdas mais intensas de calorias do que normalmente sem a prática da musculação. O incrível, é que quando se está com mais força na musculatura que sustenta o tronco, por exemplo, com uma postura correta, o indivíduo terá uma maior facilidade de queimar mais calorias, no simples ato desentar-se, do que ao sentar-se de forma “desajeitada”. Isso vale para a força muscular em outros locais do corpo, fazendo que se perca peso quase que naturalmente.

Então, somente pelo que já foi descrito acima, se a meta é emagrecer, a prática da musculação será de enorme valia, tanto enquanto existir o esforço para tal, quanto depois de ter emagrecido, para manutenção e hábito saudável de vida

Amanda Bitte

Autora

Amanda Bitte é proprietária de uma clínica de emagrecimento e adora compartilhar novidades sobre bem-estar, saúde e principalmente emagrecimento.



Comente!




*Campos obrigatórios