Prisao de Ventre

Saiba como lidar com essa chata doença.

Artigo publicado por Amanda Bitte nas categorias: Bem Estar

A prisão de ventre é um problema sério, principalmente entre as mulheres, e que muita gente tem vergonha de conversar abertamente à respeito. O não funcionamento regular do intestino provoca inchaço, mau humor, interfere na saúde e na beleza da pele e desregula todo o funcionamento do organismo, deixando sua digestão e seu metabolismo mais lento. Isso pode causar ganho de peso, dor, gases e outros problemas.

prisão de ventre

Causas

As causas mais comuns da prisão de ventre estão relacionadas à dieta. Uma dieta pobre em fibras, baixa ingestão de líquidos, consumo excessivo de proteínas e industrializados comprometem o funcionamento regular do intestino. Um problema comportamental que temos que também afeta a regulação do intestino é segurar as fezes por muito tempo, não atendendo a vontade de evacuar. Quando se faz isso com frequência, pode-se ter prisão de ventre. No âmbito das causas mais sérias, temos as doenças como diverticulose, hemorroidas, fissuras anais e outros problemas no cólon e no reto.

Problemas emocionais também podem causar prisão de ventre ou até mesmo o oposto. O sistema digestivo e as emoções são fortemente interligados porque o sistema nervoso central e o entérico se cruzam muitas vezes ao longo do nosso corpo.

Alta Incidência em Mulheres

Não é mera coincidência que todas as propagandas de probióticos e remédios contra prisão de ventre sejam voltados para mulheres, afinal, elas são as que mais sofrem com a prisão de ventre e seus sintomas inconvenientes como inchaço, desconforto, dor, gases e mau humor. A prisão de ventre atinge três vezes mais as mulheres do que os homens; e pesquisas apontam que cerca de dezoito milhões de brasileiras sofrem com o problema.

A causa da maior incidência entre as mulheres, embora não definida, tem dois grandes suspeitos: A educação e a dieta. As mulheres sofrem com dietas desequilibradas, sobrepeso e, pior ainda, se submetem à dietas drásticas para perder peso de vez em quando, o que piora a situação. Além da dieta, temos a educação: Mulheres reprimem coisas que são naturais na vida, mas que são consideradas “feias” e “sujas” como gases, defecar, urinar e outros.

Elas são educadas para fingir que não fazem isso o máximo que podem e acabam criando péssimos hábitos como não soltar gases e não defecar em banheiros que não sejam os seus. Isso cria uma vida inteira de repressão dos estímulos da evacuação, o que já vimos, leva à prisão de ventre.

doe ao defecar

Tratamento

Felizmente, algumas poucas mudanças de hábito já conseguem eliminar a prisão de ventre. Começar uma dieta equilibrada com mais verduras, legumes, frutas e cereais; tomar fibras solúveis; comer massas integrais; fazer atividades físicas que relaxam; beber no mínimo dois litros de água por dia; tomar iogurtes probióticos como Activia e leite fermentado; diminuir os carboidratos refinados, açúcar e moderar na proteína animal, são santos remédios para o intestino. Mas, também é importante prestar atenção no seu organismo e não reprimir gases e fezes, a não ser que seja extremamente necessário, não tenha vergonha de ter reações naturais ao corpo.

Também fuja dos remédios laxantes, a não ser que seu médico o oriente, pois eles deixam o organismo mais preguiçoso. Caso você precise de uma ajuda depois de muito tempo sem evacuar, tome um laxante natural: Deixe quatro ameixas secas em meio copo de água durante toda a noite, depois bata tudo no liquidificador com uma laranja sem casca e uma colher de sopa de farelo de trigo. Beba tudo de uma vez e espere seu intestino reagir.

Amanda Bitte

Autora

Amanda Bitte é proprietária de uma clínica de emagrecimento e adora compartilhar novidades sobre bem-estar, saúde e principalmente emagrecimento.



Comente!




*Campos obrigatórios