Lipodissolução

Entenda como funciona a Lipodissolução e para que ela é usada.

Artigo publicado por Amanda Bitte nas categorias: Estética

Uma das maiores novidades nos tratamentos estéticos no mundo é a lipodissolução, uma espécie de lipoaspiração de quinze minutos. A técnica ainda está sendo estudada, enquanto isso a lipodissolução já está dando o que falar por trazer resultados sem cirurgia e seus riscos adicionais, e por ser rápida e prática. É um verdadeiro milagre para muitas pessoas e uma mina de ouro para as clínicas de estética.

PCDC é o nome da substância injetada naspara diluir células de gordura na lipodissolução

O Que É a Lipodissolução

O tratamento é feito com uma série de injeções aplicadas na área onde há as camadas de gordura que o paciente quer eliminar. As aplicações duram quinze minutos em média e, em algumas semanas, a gordura desaparece. As injeções são de PCDC, uma substância derivada da soja que dissolve a gordura. Isso faz da lipodissolução uma técnica muito atraente, prática e rápida, quase como que um sonho das mulheres e homens que querem acabar com a gordura localizada.

Efeitos Colaterais

Um dos maiores problemas do PCDC, a substância usada na lipodissolução, é que ainda não há pesquisas suficientes sobre sua ação e seus efeitos colaterais. Ninguém ainda sabe o que acontece com a gordura depois que ela é dissolvida, e quais os outros efeitos que a substância pode causar no corpo. Por isso as entidades de saúde dos países em que a técnica está sendo usada, ainda não a regularam completamente.

A maioria dos especialistas, porém, dizem que a gordura é levada ao fígado para ser metabolizada, mas que a substãncia causa efeitos colaterais sistêmicos no local em que a aplicação foi feita, e problemas no fígado, que fica sobrecarregado com a gordura que deve metabolizar. Imagine se você comesse um grande almoço todo composto de gordura. Você passaria mal porque estaria sobrecarregando o fígado, e parece que é isso que acontece com essa técnica.

Riscos e Polêmica

Outro problema são as reações adversas que já ocorreram com pacientes em alguns países, e que levaram esses países a proibirem a lipodissolução. O PCDC, aparentemente, pode causar pequenos tumores, infecções, inflamações na pele e manchas roxeadas. Uma mulher nos Estados Unidos desenvolveu um pequeno tumor benigno do tamanho de uma bola de tênis no abdômen devido a uma infecção. Hoje sua barriga tem uma pequena curvatura para dentro, como se feita por uma colher. Outras mulheres sofreram de manchas roxas e inflamações.

Por outro lado, muitas clínicas estéticas nos Estados Unidos, onde a lipodissolução ainda não recebeu aprovação, mas também ainda não foi proibida, tiveram bons resultados e deixaram pacientes felicíssimas por acabarem com a gordura de forma rápida. Na Grã-Bretanha, a técnica foi banida, já no Brasil, a Anvisa não registrou a técnica e sua venda é proibida até segunda ordem.

lipodissolução

Caso os pesquisadores e especialistas em estética consigam desenvolver um procedimento com o PCDC que seja seguro e sem muitos efeitos colaterais, a lipodissolução pode ser liberada no Brasil, enquanto isso, ela é ilegal. Nos Estados Unidos, a técnica está fazendo muito sucesso, mas também causando muita polêmica. Será que é bom demais para ser verdade uma lipo sem cirurgia e que dure quinze minutos? Ou estamos mais próximos do fim dos problemas com a obesidade e sobrepeso?

Amanda Bitte

Autora

Amanda Bitte é proprietária de uma clínica de emagrecimento e adora compartilhar novidades sobre bem-estar, saúde e principalmente emagrecimento.



Comente!




*Campos obrigatórios