Exercícios Físicos em Jejum Emagrecem

O famoso aeróbico em jejum é uma prática um tanto controversa entre os especialistas, entenda os motivos.

Artigo publicado por Amanda Bitte nas categorias: Exercícios

Muitos adoram treinar de manhã em jejum, na maioria das vezes pelo fato de que treinam muito cedo e não gostam de toma café logo que acordam. O intuito dessas pessoas é elevar a queima de gordura.

aeróbico em jejum

Pontos positivos

De certa forma, agindo desta maneira, o corpo do atleta seria obrigado a usar a gordura ao invés do açúcar como fonte de energia, o que pode resultar em uma redução significativa dessa gordura, podendo sim emagrecer.

Pontos negativos

Embora ocorra a queima de gordura, isso seria muito limitado, dependendo do tempo e excesso da modalidade, o que pode ocorrer é que o organismo comece a utilizar também os músculos como fonte de energia. Segundo alguns especialistas, quem treina em jejum queima mais músculos do que gordura estocada. Em algumas pesquisas realizadas, foram descobertos que os que treinavam sem nada no estomago tinham cerca de 10% das calorias queimadas vindas de proteínas, ou seja, da massa muscular. Quando a pessoa passa muito tempo em jejum, é liberado o hormônio cortisol, que inibe queima de gordura, então o corpo acaba queimando a massa muscular.

bicicleta em jejum

Estudos apontam que, comer antes dos exercícios são bem mais benéficos do que não comer nada, pois a quantidade das calorias queimadas após o treino são maiores.

Melhor alternativa

Para quem deseja emagrecer, o ideal é que comece um treinamento pelo menos duas vezes por semana em jejum, mas para o caso de não se adequar, prefira ingerir os carboidratos que são digeridos devagar como os de baixo índice glicêmico, que vão liberando o açúcar aos poucos para o organismo pela corrente sanguínea, mantendo-se em nível normal. E com a glicemia estável o organismo investe em queima de gordura.

Algumas pessoas se adaptam melhor a situação do jejum, enquanto outras precisam se alimentar para ter melhor desempenho, porém se o jejum vier a diminuir a intensidade do treino, o gasto calórico será menor, e se isso ocorrer, esse jejum não terá tido valor algum. E lembrando sempre que cada um tem um condicionamento físico diferente.

Ficar longos períodos sem uma alimentação adequada, pode resultar em sintomas nada agradáveis, como cansaço, dores de cabeça, tonturas, entre vários outros. Por isso que para ter um bom desempenho nos exercícios e queima de gordura, a alimentação é essencial, antes da prática de qualquer atividade física.

A queda da glicemia pode ocorrer em um desses longos períodos de falta de comida, ainda mais se ocorrer um gasto energético em excesso, então ocorre uma alteração no metabolismo. A pessoa que fica em jejum desde a hora que acorda poderá ficar até mais de dez horas sem se alimentar, facilmente sem perceber, o que pode levar a infecções, pelo fato do organismo estar com falta de nutrientes.

Por isso, logo pela manhã, consuma alguma fonte de carboidrato como pão, fruta ou uma barra de cereais, pelo menos uma ou duas horas antes do exercício. O importante é manter sempre uma refeição balanceada para a que qualidade de sua saúde seja sempre melhor, e para evitar possíveis futuras complicações.

Amanda Bitte

Autora

Amanda Bitte é proprietária de uma clínica de emagrecimento e adora compartilhar novidades sobre bem-estar, saúde e principalmente emagrecimento.



Comente!




*Campos obrigatórios