Dieta do Tipo Sanguíneo [A e B]

A dieta do tipo sanguíneo é muito específica e, através da personalização, promete trazer benefícios permanentes.

Artigo publicado por Amanda Bitte nas categorias: Dietas

Em 1996 o escritor norte-americano Peter D’adamo lançava o seu livro “A dieta do tipo sanguíneo”, que foi sucesso absoluto em mais de cinquenta países, incluindo o Brasil. A dieta seria baseada no fato de que, para cada tipo sanguíneo, haveria um tipo específico de dieta relacionada, e descobrir e aplicar essa relação poderia trazer muitos benefícios ao longo da vida, inclusive de ordem estética.

Dieta do Tipo Sanguíneo

Como funciona

O escritor dividiu os alimentos para cada grupo sanguíneo em três grupos essenciais: benéficos, que são aqueles que trabalham ativamente na prevenção e correção de doenças, e que devem ser incluídos na alimentação diária; alimentos neutros, que não fariam mal algum, porém não trariam benefícios também, e poderiam ser incluídos ou não na dieta, de preferência de forma eventual; e os alimentos nocivos, que devem ser eliminados da dieta específica daqueles indivíduos por terem efeitos negativos e colaborarem para o aparecimento de doenças.

Porque a dieta emagrece

A dieta do tipo sanguíneo emagrece porque leva em consideração as particularidades de cada organismo de forma específica, realizando uma conexão entre o tipo sanguíneo e os mecanismos de funcionamento de cada corpo.

Quantos quilos posso perder

Se acompanhada de 30 minutos de exercícios físicos diários, você poderá perder de 6 a 10 kg por mês.

Alimentos permitidos

Tipo A: os alimentos benéficos são peixes como salmão, bacalhau e a truta, tofu, cereais como arroz, soja e aveia, verduras como o brócolis, a cenoura e alcachofra, gengibre, chá verde e café, entre muitos outros. Já na lista de alimentos neutros, que podem ser consumidos eventualmente estão o frango, a cevada, o açúcar branco, o chocolate, a canela, a salsa, queijo minas e frescal e frutas como uva, pêssego e morango, entre outros.

Tipo B: os alimentos benéficos são todos tipos de carnes, peixes como o bacalhau e o salmão, iogurte, arroz e aveia integrais, verduras como brócolis e a berinjela e frutas como ameixa, mamão e abacaxi. Na lista de alimentos neutros estão a carne de peru, frutos do mar como atum ou lula, leite de soja, granola, cerveja, vinho branco, cogumelos e algumas frutas como o Kiwi e a laranja.

Alimentos proibidos

Tipo A: são excluídos do cardápio alimentos como a carne bovina e de carneiro, frutos do mar como caranguejo, camarão e lagosta, frutas como carambola e coco, verduras como o tomate e o repolho, creme de leite, sorvete, leite integral ou desnatado, além da farinha branca e a farinha de trigo integral.

Tipo B: são vetados as carnes de frango e suína, farinha de milho e trigo, canela, bebidas destiladas, milho verde, alcachofra, frutos do mar como caranguejo, lagosta e ostra, e ainda o sorvete feito com o leite integral.

Saladas Ajudam a Dieta

Cardápio

Café da manhã

Tipo A: uma xícara de chá de café, pão integral de aveia com queijo ou requeijão, 01 iogurte pequeno e suco de maçã, melancia ou lichia.

Tipo B: 01 iogurte desnatado com 01 colher de sopa de farelo de aveia ou 01 copo de coalhada com granola, 01 banana ou 1\2 papaya, com 01 copo de suco de limão, laranja ou maçã.

Almoço

Tipo A: salada de rúcula, agrião ou nabo, arroz com feijão fradinho ou lentilha, 02 ovos de codorna com couve ou espinafre refogados, 100 g de salmão ou bacalhau assados, e suco de cereja, ameixa ou limão.

Tipo B: salada de rúcula, beterraba ou agrião, 01 porção de filé mignon grelhado, ou anchova grelhada, ou ainda 01 porção de shitake, purê de batata ou couve refogada, arroz com brócolis ou couve-flor, e 100 ml de suco de manga, kiwi ou cereja.

Jantar

Tipo A: salada e alface ou de couve, purê de cenoura, mandioquinha ou abóbora refogada, salada de tabule, 01 filé de truta, cação ou 01 sardinha, repolho ou berinjela refogados, e suco de melancia ou goiaba.

Tipo B: salada de alface ou pepino, espinafre refogado com uma batata média, 100g de carne moída, 100g de feijão mulatinho, 01 porção de filé de merluza ou badejo, 01 ovo cozido, e suco de melancia ou uva. As opções para o jantar incluem também sopa de arroz integral com espinafre ou batata, ou caldinho verde.

Lanches

Tipo A: 01 maçã, 01 pêra, 01 copo de 200ml de suco de soja, 04 ameixas ou damasco secos, 01 copo de 200ml de leite de soja ou 01 fatia de bolo de milho ou fubá light.

Tipo B: 01 banana, 04 castanhas do Pará, 02 cookies de aveia, 01 xícara de chá de gengibre ou 01 fatia de melão ou melancia.

Amanda Bitte

Autora

Amanda Bitte é proprietária de uma clínica de emagrecimento e adora compartilhar novidades sobre bem-estar, saúde e principalmente emagrecimento.



Comente!




*Campos obrigatórios