Anorexígenos

Não há dúvidas que esses remédios emagreecem, mas seus efeitos preocupam os profissionais de saúde.

Artigo publicado por Amanda Bitte nas categorias: Remédios

Também chamados de anoréticos, esses remédios são famosos por serem fortes redutores do apetite. Mas o que na verdade o que eles produzem é uma reação mais intensa e que não reflete apenas a saciedade, chegando a ser uma verdadeira aversão ao alimento, tal como os sintomas da anorexia. Em sua maioria, esses remédios são anfetaminas,  metanfetaminas ou medicamentos similares.

Os anorexígenos são receitados para pacientes com obesidade mórbida, que não podem fazer exercícios físicos mas precisam emagrecer com rapidez por causa dos inúmeros riscos que o excesso de peso causa ao seu organismo. Desse grupo de remédios, fazem parte a anfepramona, manzidol e o femproporex. Eles são, até  hoje, os remédio mais eficazes contra a obesidade já colocados em circulação.

anorexígenos

Como o remédio atua no emagrecimento

O anorexígeno, por atuar diretamente no Sistema Nervoso Central, é considerado um psicotrópico, e atua  inibindo o apetite, aumentando e prolongando o estado de vigília do organismo, e aumentando a atividade autônoma do corpo. Ele consegue esse efeito de inibição pela liberação de importantes neurotransmissores, que enviam fortes mensagens ao nosso cérebro, criando informações diferentes das necessidades reais do nosso organismo, ou contrariando aspectos psicológicos já condicionados às refeições e lanches do dia.

Podemos perceber que o uso dessas substâncias induz o corpo a uma situação artificial, onde em teoria não precisaríamos mais de alimento naquele dia, situação essa que pode estar bem distante da condição real do nosso corpo, um dos perigos desse medicamento, é justamente, o risco de carência de nutrientes. Essa percepção é importante para que nutrientes básicos ao funcionamento do nosso corpo não fiquem em falta durante o programa de emagrecimento.

Quantos quilos posso perder

Depoimentos indicam que esse tipo de remédio, se aliado a uma dieta de baixa caloria, pode gerar um emagrecimento de aproximadamente 4 quilos por semana, mas isso varia muito de pessoa para pessoa.

Contraindicações

A principal contraindicação no uso dos anorexígenos é para hipertensos, que sofrem sérios riscos ao utilizarem o remédio para qualquer que seja o objetivo. Além dos portadores desse tipo de problema, apenas em situações especiais o uso é contraindicado. Para descobrir se esse é o seu caso, uma visita ao médico antes de iniciar o tratamento é muito importante. Pessoas com problemas psicológicos também não devem usar os anorexígenos. Gestantes, lactantes, idosos e crianças também não podem em hipótese nenhuma usar o medicamento.

 

emagrecimento

Efeitos colaterais

Os principais efeitos colaterais dos anorexígenos envolvem:

  • dores de cabeça,
  • irritabilidade,
  • insônia,
  • proposital falta de apetite,
  • Possível dependência e tolerância relacionada aos princípios ativos do remédio, ou seja, para causar o mesmo efeito, a dose teria de ser aumentada gradativamente.
  • alterações na libido,
  • sensação de euforia,
  • disposição,
  • tendências a TOC (transtorno obsessivo-compulsivo),
  • AVC [acidente vascular cerebral] ,
  • quadros depressivos
  • síndrome do pânico.
  • Se associado a álcool ou qualquer outro tipo de drogas, pode levar a overdose.

Onde Comprar

Os remédios com a função dos anoréticos foram retirados de circulação no Brasil pela ANVISA [agência nacional de vigilância sanitária] em 2011, sendo proibida desde então sua comercialização e prescrição em todo o território nacional. Não recomendamos você comprar remédios para emagrecer pela internet pois sendo um produto proibido no país, sua compra e/ou venda configuram crime de tráfico de drogas com pena de 10 a 15 anos de prisão. Outro agravante é que sendo um crime tanto a venda como a aquisição do mesmo, se você levar um golpe e receber medicamento falso [ e isso acontece em mais de 80% dos casos, segundo pesquisas], não poderá recorrer à polícia e ficará no prejuízo.

Os medicamentos anoréticos ainda são legais nos países vizinhos como Uruguai, Argentina e Paraguai.

Amanda Bitte

Autora

Amanda Bitte é proprietária de uma clínica de emagrecimento e adora compartilhar novidades sobre bem-estar, saúde e principalmente emagrecimento.



Comente!




*Campos obrigatórios