Álcool Engorda

Saiba se beber engorda mesmo.

Artigo publicado por Amanda Bitte nas categorias: Bem Estar

O álcool sempre foi o inimigo das dietas, considerado um grande vilão do sobrepeso e que acaba engordando muito homens e mulheres. Mas, depois de pesquisas mostrando como populações com alto consumo de vinho tinto costumam ser mais magras – como os italianos, gregos e franceses – algumas dúvidas começaram a surgir. Afinal, o álcool engorda ou não? A verdade é que ele engorda sim, e vamos lhe explicar por quê.

drink

Hipercalórico

As bebidas alcóolicas são incrivelmente hipercalóricas, ou seja, possuem uma grande quantidade de calorias. Um grama de álcool possui sete calorias, maior do que a quantidade existente no carboidrato e proteína (4 cal/g) e só duas calorias a menos do que encontrado na gordura (9 cal/g).

Além de ser hipercalórico, as bebidas alcóolicas trazem um comportamento compulsivo. Quem sai para beber não toma somente uma dose de vodca ou um chope, a função social do álcool e o prazer da embriaguez nos faz tomar muitas doses, o que aumenta em muito o consumo calórico. Também há o fato de que muitos dos drinks que tomamos ainda misturam açúcar, frutas e outros alimentos. Uma caipirinha possui 300 calorias, uma dose de vodca com energético 470. É muito mais do que aquela barrinha de chocolate que você deixou de comer depois do almoço.

Dificulta a Queima de Gordura

Além de nos fornecer mais calorias que serão transformadas em gordura, o excesso de álcool dificulta a metabolização da gordura, ou seja, sua queima. O álcool sobrecarrega o fígado, que deve expulsar seu excesso, que o corpo identifica como uma toxina, o que dificulta o trabalho desse órgão na digestão de gordura. Além disso, quando o álcool entra no organismo, ele é dividido entre gordura e acetato, o corpo armazenando a gordura e colocando o acetato em primeiro lugar na sua fonte de energia e atrasando o uso das outras fontes como a gordura, o carboidrato e a proteína.

Letargia

O álcool também dificulta a queima de calorias ao causar letargia. Todo mundo que bebe sabe como ficamos mais devagar, cansados e sonolentos depois de um tempo. O álcool é um depressor do sistema nervosos, causando uma desaceleração do metabolismo e isso é exatamente o oposto do que uma pessoa que quer emagrecer precisa. Um metabolismo mais lento gasta menos energia, ou seja, queima menos caloria, acumula mais energia na forma de gordura.

Abre o Apetite

Raramente se toma o álcool sozinho, sem comer algum tipo de petisco ou tira-gosto junto. Na verdade, tomar álcool e não comer é péssimo podendo fazer a pessoa passar mal, desmaiar ou entrar em coma alcóolico mais rápido. O mais comum entre as rodas de bebidas são tira-gostos gordurosos como frituras, pães e carnes gordurosas. O álcool cria essa ânsia por comida mais calórica e gordurosa, pois o corpo precisa disso para contrabalançar a embriaguez. Isso traz ainda mais calorias excedentes no consumo de álcool.

 álcool

O Caso da Dieta Mediterrânea

Quanto ao caso do vinho tinto da dieta mediterrânea, que ajuda a emagrecer, ele é consumido com moderação, e o benefício vem da casca da uva vermelha que faz o vinho tinto. Ela é antioxidante e ajuda a manter a juventude e a emagrecer. Mas, é um vinho consumido em uma ou duas taças no jantar, com comidas nutritivas e equilibradas, e em uma dieta rica, mas não focada em gordura, e também onde as pessoas não comem muito. Você pode ter o mesmo benefício com suco de uva integral, sem se preocupar com os malefícios do álcool.

Amanda Bitte

Autora

Amanda Bitte é proprietária de uma clínica de emagrecimento e adora compartilhar novidades sobre bem-estar, saúde e principalmente emagrecimento.



Comente!




*Campos obrigatórios